Domingo, 17 de Outubro de 2021
30°

Pancada de chuva

Ubá - MG

Cidade Cidade

Prefeitura inaugura rua Edson Teixeira de Siqueira, no bairro Fazendinha

Evento reuniu familiares do homenageado e autoridades locais

04/10/2021 às 17h11 Atualizada em 13/10/2021 às 12h25
Por: Redação Fonte: Assessoria de Comunicação da PMU
Compartilhe:
Autoridades e familiares inauguram a rua no Bairro Fazendinha. Fotos: Prefeitura de Ubá
Autoridades e familiares inauguram a rua no Bairro Fazendinha. Fotos: Prefeitura de Ubá

Na manhã do último sábado, dia 02 de outubro, a Prefeitura de Ubá realizou a inauguração da nova via de acesso ao bairro Fazendinha, denominada rua Edson Teixeira de Siqueira - Didi Teixeira (Confira a biografia do homenageado abaixo).

A inauguração aconteceu após a instalação de mais de 400 metros de calçamento em bloquetes na via; de um passeio para pedestres com 545 metros de extensão; de uma rede de iluminação pública com luminárias de LED e da execução de serviços de arborização e de recomposição de mata ciliar. Os serviços, que já estão garantindo mais mobilidade e acessibilidade aos motoristas e pedestres que transitam pelo local e mais qualidade de vida aos moradores do bairro, foram realizados inteiramente com recursos próprios do município.

Rua Edson Teixeira de Siqueira no Bairro Fazendinha

Durante a solenidade, emocionado por relembrar a trajetória do pai, o Prefeito Edson Teixeira Filho destacou a importância da nova via para os moradores do bairro Fazendinha. “Nominar uma rua é algo muito importante, porque ela vai ficar para a eternidade. A denominação deste local reflete um boa escolha, de uma pessoa que realmente valorizou a vida e que valorizou a cidade de Ubá e isso nos deixa muito alegres. Quero agradecer ao Presidente da Câmara Municipal, o vereador José Roberto, e a todos os vereadores que, por unanimidade, aprovaram e nominaram essa rua em homenagem ao meu pai. Nós temos muitas responsabilidades, como é normal numa administração pública, mas eu queria aqui citar que tudo o que nós fazemos depende de uma equipe. Uma equipe forte e disposta, por isso quero também deixar o meu agradecimento aos secretários e aos servidores da Prefeitura, não só pela dedicação nesses períodos difíceis, mas também no dia a dia, no trabalho incessante e que em muito contribuiu para a realização desta via. Talvez vocês não imaginem o que é ficar sem acesso. Durante as enchentes tivemos que transportar pacientes de helicóptero, devido a falta de passagem no bairro. Mas rapidamente viabilizamos este acesso, de maneira precária, com barro, com dificuldades, de forma que os moradores pudessem ir e vir. Depois disso, planejamos, viabilizamos a logística e os recursos financeiros e conseguimos construir essa nova via de acesso, completamente urbanizada, que nos enche de orgulho e que muito vai beneficiar os moradores da região. Mas não vamos parar por aqui. Nós sabemos da realidade destes moradores, por isso um dos meus compromissos é refazer a ponte da Fazendinha. Isso está na minha visão. É uma visão de médio prazo, porque sabemos das dificuldades de planejar e construir uma ponte, mas já temos parte dos recursos garantidos, pois precisamos restituir a essa comunidade o orgulho de morar neste local que não vai ter mais problemas de acessibilidade”, destacou o prefeito.

Os filhos de Didi Teixeira compareceram à homenagem

“Quero aqui também transmitir essa mensagem de alegria, de esperança e de otimismo ao oficializar hoje essa via. Essa grande via de acesso, no ano passado, quando foi aberta, muitos chamaram o prefeito de louco e, hoje, estamos aqui entregando este local totalmente urbanizado e celebrando a vida, homenageando um grande ubaense de coração, uma pessoa que deixa para nós, os mais jovens, exemplos de honradez, de família e de trabalho. Quero, na pessoa do Edson, transmitir esse carinho da comunidade ubaense aos seus irmãos, aos filhos, aos netos e aos bisnetos do senhor Didi Teixeira, uma pessoa com quem convivi pouco, mas que tenho certeza que vem para inspirar o desenvolvimento, a superação e a transformação que a nossa cidade passou, com todas as adversidades, com todas as dificuldades oriundas da pandemia, oriundas das enchentes. Essa rua traz um sentimento muito forte de sustentabilidade. É uma via que foi estruturada com foco nas pessoas, ela não é feita só de cimento, areia e materiais, ela traz o sentimento das pessoas que aqui trabalharam, dos moradores da região. Hoje podemos perceber a diferença que faz ter uma via como essa, que realmente traz o desenvolvimento, o crescimento, para toda a cidade e para esta região. Em nome da Prefeitura, dos secretários municipais e de todos os servidores, quero agradecer ao Prefeito Edson por nos inspirar a abrir novos caminhos para que a gente consiga, a cada dia, superar os problemas da nossa cidade”, afirmou o Secretário Municipal de Governo, Vinícius Samôr de Lacerda.

“Gostaria de agradecer ao Presidente da Câmara de Vereadores, o senhor José Roberto Reis Filgueiras, que fez a indicação do nome do meu pai para esta via que ficou tão bonita, em que se cuidou da calçada para os pedestres e, principalmente, do plantio de árvores, coisa com a qual meu pai sempre se preocupou. Meu pai tinha um grande amor por Ubá. Ele acreditava que essa era uma terra de oportunidades e construiu aqui muitas amizades. Por tudo isso, essa homenagem se faz justa”, disse a filha do senhor Didi Teixeira, a senhora  Márcia Chartune Teixeira.

Marcia Chartune

A solenidade contou com apresentação do músico  Crizé Guimarães, que interpretou, em homenagem ao Senhor Didi Teixeira, a canção “Meus Tempos de Criança” de Ataulfo Alves e com o plantio de 15 mudas de Ipê Amarelo, realizado pelos familiares do homenageado.

Também estiveram presentes no evento: a Primeira-dama do município, a senhora Isolina Ribeiro Teixeira; o Deputado Estadual, Tito Torres; o Presidente da Câmara Municipal, o vereador José Roberto Reis Filgueiras; o vereador Gilson Fazolla Filgueiras; familiares do Senhor Didi Teixeira; diversos Secretários Municipais; servidores da Prefeitura; representantes da comunidade e imprensa.

 

Quem é Didi Teixeira?

Edson Teixeira de Siqueira, chamado carinhosamente de Didi Teixeira, nasceu próximo a Tocantins, na região chamada Beija-Flor, em 22 de março de 1919.

Casou-se com Elza Chartune Teixeira de Siqueira, sua grande parceira em todos os momentos bons e nas ocasiões difíceis que enfrentaram, nos quase setenta anos de vida em comum, e desta união, nasceram dez filhos.

Dona Elza e Seu Didi Teixeira. Foto: Arquivo Família

Em 1961,  Didi Teixeira adquiriu a fazenda da Pedra Redonda e veio com a família morar em Ubá. Apaixonado pelo campo e pela preservação do meio ambiente, numa época em que não se falava em ecologia, nunca admitiu que se cortassem árvores ou que passarinhos fossem engaiolados na sua propriedade.

Teve pouco tempo de estudo formal, mas gostava muito de leitura e aguardava ansiosamente o jornal diário, que lia do noticiário político às páginas esportivas. Flamengo era o seu time do coração, mas assistia emissões esportivas variadas e acordava de madrugada para ver Fómula 1, quando era em fuso horário diferenciado.

Seus dez filhos estudaram em escola pública e se formaram em Universidades Federais, tendo sempre o exemplo de dignidade, coragem e honradez com que sempre pautou a sua vida. Teve a felicidade de acompanhar o nascimento de netos e ter a casa repleta, sempre que as condições eram possíveis.

Os amigos e sobrinhos sempre passavam para visitar e a mesa do café da tarde era compartilhada com carinho e afeto. Gostava muito de música, de Carnaval e de bailes. Uma grande alegria era a entrada da Banda 22 de Maio na igreja após a Missa em que comemoravam o aniversário de casamento. Por coincidência, na mesma data em que este patrimônio de Ubá festeja sua criação. Brincava que a Banda tocava em homenagem ao casal.

Tinha um orgulho imenso de ter trabalhado a vida toda, mesmo depois dos 90 anos, sendo um otimista por natureza.

Participou da fundação e da primeira diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais com participação ativa nas deliberações e ações da entidade. Sentia muita gratidão pela Cidade Carinho, onde criou os filhos e fez inúmeros amigos.

Faleceu em 19 de abril de 2016 deixando muita saudade em todos que conviveram com ele.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias