Domingo, 17 de Outubro de 2021
28°

Pancada de chuva

Ubá - MG

Cidade Obras de Saneamento

Responsável pela recuperação das vias, Copasa não define prazo de execução

Moradores relatam transtornos provocados pelo barro e sujeira após as chuvas dos últimos dias

13/10/2021 às 11h49 Atualizada em 15/10/2021 às 17h33
Por: Redação
Compartilhe:
A Companhia afirmou ainda que as equipes seguem atuando nas frentes de obras e monitorando as condições do solo para que as recomposições que ainda não foram realizadas sejam concluídas o mais breve possível. Foto: O Noticiário
A Companhia afirmou ainda que as equipes seguem atuando nas frentes de obras e monitorando as condições do solo para que as recomposições que ainda não foram realizadas sejam concluídas o mais breve possível. Foto: O Noticiário

As obras de ampliação e de melhorias do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Ubá realizadas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) seguem em ritmo forte em diversos pontos da cidade.

Depois da interrupção de parte da operação que seria realizada na Avenida Beira Rio e que causou um grande transtorno no trânsito da cidade, as obras foram direcionadas a alguns bairros como o Jardim Glória a pedido da Prefeitura de Ubá, e diversas ruas seguem com trabalho.

Só que após a obra, naturalmente, o calçamento da via é prejudicado e, com as chuvas dos últimos dias, o problema ficou ainda mais evidente com diversas ruas com muito barro e sujeira. Isso tem causado diversas reclamações de moradores que enviaram mensagens ao O Noticiário questionando quem seria o responsável pela recuperação das vias após a execução do trabalho.

Em contato com a Copasa, a empresa confirmou ser a responsável pela recuperação da via, mas que alguns fatores devem ser levadas em consideração para definir um prazo de execução do serviço. "As condições climáticas interferem diretamente no estado do solo que irá receber a pavimentação. Dias chuvosos, como os atuais, aumentam a umidade do solo impossibilitando a correta aplicação do pavimento, seja ele asfalto ou paralelepípedo", afirmou em nota enviada ao O Noticiário

Obra na rua José Martins Quintão foi finalizada
mas a via ainda não foi recuperada 

A Companhia afirmou ainda que as equipes seguem atuando nas frentes de obras e monitorando as condições do solo para que as recomposições que ainda não foram realizadas sejam concluídas o mais breve possível.

Obras de ampliação

A ampliação e de melhorias do SES de Ubá contemplam a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade para tratar até 160 litros de esgoto por segundo; 15 unidades de bombeamento (estações elevatórias). Iniciadas em fevereiro deste ano, as obras permitiram a implantação de mais de 61 mil metros de redes coletoras e interceptores que conduzirão o esgoto para tratamento antes de ser devolvido ao Ribeirão Ubá. 

Ainda segundo a Copasa, as mudanças nas vias serão incômodas, mas servirão a um bem maior. "A Copasa entende que qualquer obra causa algum tipo de transtorno, especialmente quando se trata de um empreendimento de grande porte como o realizado em Ubá. Por isso, a empresa sabe o quanto é importante que a população esteja informada sobre o que está acontecendo e tenha consciência de que esses transtornos são passageiros, mas os benefícios que as obras trarão para a cidade serão permanentes", informou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias