Quarta, 18 de Maio de 2022
11°

Tempo aberto

Ubá - MG

Geral Segurança

Corpo de Bombeiros alerta para a regularização de eventos

Requisitos de segurança são salientados pela corporação

27/04/2022 às 10h51 Atualizada em 29/04/2022 às 16h41
Por: Redação Fonte: Assessoria da 2ª Companhia de Bombeiros Militar
Compartilhe:
Foto: Portal Marcelo Lopes
Foto: Portal Marcelo Lopes

Com o retorno progressivo das atividades a partir da diminuição de casos confirmados de Covid-19, o Corpo de Bombeiros de Ubá orienta quanto a regularização de eventos e edificações permanentes que realizam celebrações ou solenidades, tais como: salões de festas, interior de edificações, espaços descobertos e parque de exposições.

Os eventos temporários realizados em áreas públicas ou privadas, em edificações permanentes ou construções provisórias, em ambientes fechados, cobertos, abertos ou ao ar livre precisam de licenciamento junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerias (CBMMG) para serem realizados conforme determina o Decreto nº 47.998/2020.

O licenciamento de evento temporário é o procedimento realizado para obter a sua regularização junto ao CBMMG, que se dá mediante apresentação de informações para obtenção de declaração de evento temporário ou apresentação de Processo de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP) para obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), conforme o grau de risco.

Eventos no interior de edificações construídas para esta finalidade (salões de festas, clubes e afins)

Neste caso, a edificação deve atender todas as exigências de segurança contra incêndio e pânico, ou seja, deve possuir o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). 

Para obter o AVCB do evento, o responsável pelo espaço deverá providenciar o Projeto Segurança Contra Incêndio e Pânico - PSCIP que deverá ser elaborado por profissional legalmente habilitado (engenheiro ou arquiteto) e protocolá-lo junto ao Corpo de Bombeiros para análise. 

Após a aprovação pelo Corpo de Bombeiros, deve ser solicitada a vistoria da Corporação.

Eventos em áreas descobertas ou estruturas temporárias

O responsável pelo evento em deverá observar as características da atração como: ao ar livre ou local descoberto, com delimitação por barreiras ou sem delimitação por barreiras, público total do evento e montagem de estruturas provisórias com previsão de público. 

Classificação de risco do evento

Evento Temporário classificado como Risco Mínimo: O responsável deverá requerer a Declaração de Evento Temporário classificado como Risco Mínimo, disponível no Portal do Infoscip. Deverá ser protocolada com, no mínimo, dois dias úteis de antecedência ao evento. 

Evento Temporário classificado como Risco Baixo ou Risco Médio: O responsável pelo evento deverá realizar o Cadastro de Evento Temporário no Portal do Infoscip, acompanhado de Laudo Técnico elaborado por Responsável Técnico (engenheiro habilitado o arquiteto).

O evento de risco baixo deverá ser protocolado com, no mínimo, dois dias úteis de antecedência ao evento. O evento de risco médio deverá ser protocolado com, no mínimo cinco dias úteis de antecedência ao evento.

Eventos classificados como Risco Alto: O responsável pelo evento deverá apresentar junto ao setor de Vistorias o Projeto Técnico de Eventos Temporários (PET) elaborado por profissional legalmente capacitado para análise da documentação com no mínimo 10 dias úteis de antecedência ao evento. Após a aprovação pelo Corpo de Bombeiros, deve ser solicitada a vistoria da Corporação.

Quadro com a classificação dos riscos

Para ter acesso ao Portal do INFOSCIP, acesse o site do CBMMG.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias