Terça, 16 de Julho de 2024
25°

Tempo nublado

Ubá, MG

Estado Impasse

Motoristas de aplicativo em Minas Gerais estão orientados a recusar corridas abaixo de R$ 10

A medida, justificada pelo aumento dos preços dos combustíveis no estado, visa garantir uma remuneração justa para os condutores.

09/05/2024 às 14h10 Atualizada em 13/05/2024 às 15h44
Por: Fabiano Fusaro Fonte: O Tempo
Compartilhe:
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

A Associação dos Motoristas de Aplicativos de Minas Gerais (Asmopli-MG) confirmou nesta quarta-feira (8) que os motoristas estão sendo instruídos a rejeitar corridas com valor inferior a R$ 10. A medida, justificada pelo aumento dos preços dos combustíveis no estado, visa garantir uma remuneração justa para os condutores.

O presidente da Asmopli-MG, Sergio Nascimento, explica que o custo crescente dos combustíveis tornou inviável a realização de corridas com valores baixos, como aquelas de R$ 7 para percorrer 4 quilômetros. Ele ressalta que muitos motoristas estão enfrentando dificuldades financeiras e alguns até mesmo consideram deixar a profissão.

A última pesquisa do site Mercado Mineiro apontou um aumento de 7% no preço do álcool em Belo Horizonte e região metropolitana, além de aumentos na gasolina e diesel. Sergio destaca que, juntamente com os custos de manutenção dos veículos, os valores das corridas têm dificultado a sustentabilidade da atividade.

O presidente da Asmopli-MG cobra um diálogo mais efetivo com as plataformas de aplicativos de corrida, afirmando que as tentativas de comunicação não têm sido bem-sucedidas até o momento.

Diante do impasse, a associação promete uma manifestação caso as empresas não apresentem soluções até a primeira quinzena de maio. Sergio afirma que aguardam respostas até o dia 15 e, caso não haja retorno, haverá uma paralisação total do serviço até o final do mês.

A Uber, em nota, afirma que acompanha os custos que impactam os motoristas e realiza ajustes periódicos para garantir que todas as viagens sejam vantajosas para eles, independente de situações específicas. A empresa destaca que os ganhos dos motoristas são particulares e variam conforme diversos fatores, incluindo demanda e horário.

A 99, por sua vez, assegura aos motoristas um "Adicional Variável de Combustível" que aumenta sempre que o preço da gasolina sobe, além de criar uma taxa garantida semanal para proporcionar maior previsibilidade de ganhos. A empresa ressalta que a tarifa para o usuário é calculada com base na oferta e demanda, visando oferecer um transporte seguro e acessível financeiramente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias