Terça, 18 de Junho de 2024
26°

Tempo limpo

Ubá, MG

Polícia Chocante

Filho é preso por vilipêndio de cadáver em Laranjal

A perícia da Polícia Civil descartou sinais de violência ou crime, indicando a possibilidade de morte natural, como mal súbito ou infarto.

22/05/2024 às 10h44 Atualizada em 28/05/2024 às 10h37
Por: Redação Fonte: Jornal O Vigilante Online
Compartilhe:
Foto: Divulgação / O Vigilante Online
Foto: Divulgação / O Vigilante Online

Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) na noite desta terça-feira (21), em Laranjal, acusado de vilipêndio de cadáver. Segundo a PM, o homem, que é usuário de drogas, entrou em surto após encontrar a mãe morta dentro do banheiro da casa.

Ao chegarem ao local, os policiais encontraram o homem abraçado ao corpo da mãe e a casa revirada. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e constatou o óbito da idosa. A perícia da Polícia Civil descartou sinais de violência ou crime, indicando a possibilidade de morte natural, como mal súbito ou infarto.

Uma testemunha relatou à PM que o filho da vítima tentou reanimá-la colocando água em sua boca e gritando por ajuda. A idosa estava nua e com o corpo molhado.

Diante dos fatos, o homem foi preso por vilipêndio de cadáver, omissão de socorro e resistência à prisão. O corpo da idosa foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Muriaé.

Vilipêndio a Cadáver

O crime de vilipêndio a cadáver está previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro e configura-se como um crime contra o respeito aos mortos. A pena para este crime é de reclusão de um a três anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias