Terça, 18 de Junho de 2024
28°

Tempo limpo

Ubá, MG

Saúde Saúde

Minas Gerais começa a vacinar contra a poliomielite

Campanha de imunização será realizada até 14/6 e visa a imunização de crianças menores de 5 anos

28/05/2024 às 10h34
Por: Redação Fonte: Agência Minas
Compartilhe:
Foto: Fabio Marchetto/SES-MG
Foto: Fabio Marchetto/SES-MG

A Campanha Nacional contra a poliomielite começou nesta segunda-feira (27/5), e vai até 14/6, período em que crianças de 1 a 4 anos de idade deverão ser vacinadas, mesmo se já tiverem recebido o imunizante anteriormente. Já para as crianças de até 1 ano, a recomendação é avaliar a necessidade de acordo com a situação da caderneta de vacinação.

A poliomielite é uma doença altamente infecciosa, causada pelo poliovírus, que invade o sistema nervoso e pode causar paralisia total em questão de horas. Por isso, a estratégia do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) é ampliar a cobertura vacinal entre as crianças não vacinadas, reduzindo, assim, o risco de reintrodução da doença no Brasil.

“Como a imunização é a única forma de prevenir a poliomielite, doença que pode causar a paralisia infantil, pais e responsáveis devem levar os pequenos aos postos de saúde para ficarem protegidos”, reforça o subsecretário de Vigilância em Saúde de Minas Gerais, Eduardo Prosdocimi.

A vacina contra a poliomielite faz parte do calendário de rotina do Programa Nacional de Imunizações (PNI), é gratuita e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Os adultos devem levar as crianças até a unidade mais próxima, com o cartão de vacinação.

Cobertura vacinal

Em Minas Gerais, a cobertura vacinal contra a poliomielite está abaixo da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de, no mínimo, 95% do público. Segundo dados do órgão federal, a cobertura vacinal desse imunizante no estado, em 2023, foi de 87,88% em menores de 1 ano, e de 81,58% em crianças a partir de 1 ano de idade. 

Já em 2024, no período de janeiro a março, foi de 88,39%, em crianças menores de 1 ano de idade, e de 81,97%, em crianças a partir de 1 ano de idade.

“A poliomielite é uma doença grave que, em geral, acomete os membros inferiores, de forma irreversível, e pode levar à morte. Assim, é importante que todas as crianças menores de 5 anos de idade estejam com o cartão de vacina em dia, conforme o Calendário Nacional de Vacinação de rotina e as campanhas”, alerta Josianne Gusmão, coordenadora do Programa de Imunizações da SES-MG.

Poliomielite

O vírus da poliomielite é transmitido de pessoa para pessoa, principalmente por meio da via fecal-oral ou, menos frequentemente, por um veículo comum (por exemplo, água ou alimentos contaminados) e multiplica-se no intestino.

O último caso de poliomielite no Brasil foi em 1989, e o país foi certificado livre do poliovírus selvagem em 1994. No entanto, em 2023, foi classificado como de alto risco para reintrodução do vírus e por isso, a vacinação é crucial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias