Domingo, 28 de Fevereiro de 2021
3235320106
Saúde Covid-19

Média de mortes em Minas atinge terceiro recorde em uma semana

Número já é 20% maior em relação ao auge registrado durante a

21/01/2021 11h07 Atualizada há 1 mês
131
Por: Redação Fonte: O Tempo
Foto: Reprodução internet
Foto: Reprodução internet

Minas Gerais registra nesta quinta-feira (21), pela terceira vez em menos de uma semana, mais um recorde na média móvel de mortes provocadas pela Covid-19, de acordo com o Termômetro da Covid do portal O TEMPO.

Segundo o monitoramento realizado a partir dos dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), foram confirmadas em média 123,3 novas vítimas diárias do coronavírus ao longo da última semana.

Esse número é 20% maior em relação ao auge atingido durante a "primeira onda" da pandemia. Na época, o indicador chegou a no máximo 102,9 óbitos por dia, em média, entre 15 e 21 de agosto.

RECORDES NOS ÓBITOS

Maiores registros na média móvel de sete dias

15 a 21/01/21 - 123,3 óbitos por dia

14 a 20/01/21 - 118,1 óbitos por dia

10 a 16/01/21 - 108,7 óbitos por dia

13 a 19/01/21 - 108,1 óbitos por dia

11 a 17/01/21 - 108,0 óbitos por dia

De acordo com o boletim epidemiológico publicado nesta quinta-feira (21) pela SES-MG, o Estado chegou a um total de 13.891 mortes e 668.216 pessoas contaminadas, das quais 64.099 encontram-se em tratamento ou acompanhamento. 

Nas últimas 24 horas, foram acrescentados ao balanço oficial 8.831 novos casos e 170 novas mortes confirmadas. Todas as 853 cidades mineiras já registraram pacientes com a doença.

Ubá

ENTENDA O GRÁFICO

O Termômetro da Covid apresenta a evolução da média móvel de novos óbitos e casos confirmados nos últimos sete dias, e tem como parâmetro de comparação os mesmos dados registrados há duas semanas.

Se a média de hoje superar em mais de 15% o valor de duas semanas atrás, então a situação observada é de crescimento acelerado. No outro oposto, uma redução superior a 15% representa desaceleração. Se a variação for de até 15% para mais ou para menos, a média se encontra em um nível de estabilidade.

O uso da média móvel se justifica pela grande oscilação das notificações entre os diferentes dias da semana. Ela fica muito clara quando se observa a queda durante feriados, fins de semana e segundas-feiras, por exemplo. Desta forma, a média mostra tendências mais consistentes do que os dados diários.

Já a janela de duas semanas para comparação se explica pelo tempo médio de ação do vírus e de demora no processamento de exames e na divulgação dos resultados nos sistemas oficiais utilizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG).

Esta é a mesma metodologia utilizada, por exemplo, pelo jornal The New York Times.

Os dados são provenientes dos boletins epidemiológicos da SES-MG e referem-se aos municípios de residência dos pacientes. Isso explica eventuais números negativos, uma vez que os casos podem ser revisados ou "transferidos" de cidade.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (01/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (02/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias