Sexta, 28 de Janeiro de 2022
25°

Poucas nuvens

Ubá - MG

Economia Economia

Pão francês não pode mais ser vendido por preço de unidade no Brasil

A determinação foi estabelecida pelo Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro)

01/06/2021 às 16h09 Atualizada em 14/06/2021 às 15h05
Por: Redação Fonte: Rádio Itatiaia
Compartilhe:
Reprodução Internet
Reprodução Internet

O tradicional pão francês, também conhecido como pão de sal, deve ser comercializado nas cidades brasileiras apenas no quilo a partir desta terça-feira (1º). Ou seja: a venda por unidade está proibida. A determinação foi estabelecida pelo Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

São instituídas exigências aos estabelecimentos. Uma: o preço do quilo deve ser assinalado próximo ao balcão de venda. Outra: o valor deve estar visível ao consumidor. Mais uma: o letreiro deve ser grafado com dígitos de pelo menos 5 centímetros de altura. A balança também deve ter um medidor com divisão igual ou menor a cinco gramas, com indicação de peso e preço a pagar.

Para o diretor do site Mercado Mineiro, especializado em consultas de preços e impactos no bolso do consumidor, a venda por quilo é mais justa. "Você pagar pelo quilo a vantagem é que você pagará pelo que você está comprando", pontua.

Conforme Feliciano, nas vendas por unidade não há certificação do peso dos pães. "Ao comprar um pão vendido como tamanho médio de 50g, ele pode vir com 60g, mas também com 40g, 30g",  explica. 

O economista ainda sugere aos consumidores fazer a divisão do valor pago pelo  número de pães comprados para ter uma média do preço da unidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias