Terça, 27 de Julho de 2021
32988505633
Dólar comercial R$ 5,17 0.06%
Euro R$ 6,11 +0.2%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.26%
Bitcoin R$ 209.128,81 +0.83%
Bovespa 124.615,76 pontos -1.1%
Economia Economia

Conta de luz vai ficar mais cara, com reajuste de mais de 20% da bandeira tarifária

Aumento dos valores cobrados pelo sistema da bandeira tarifária vai confirmado pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone

16/06/2021 11h26
282
Por: Redação Fonte: Valor PRO
Reprodução Internet
Reprodução Internet

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, afirmou hoje que o aumento dos valores cobrados pelo sistema de bandeira tarifária vai superar 20%, conforme era previsto ao abrir o debate sobre o tema em consulta pública.

Atualmente, as contas de luz sinalizam a bandeira vermelha Patamar 2, que acrescenta R$ 6,243 para cada 100 kilowatt-hora (kWh) consumidos. Durante audiência pública virtual da Câmara dos Deputados, Pepitone disse que o novo valor da bandeira vermelha Patamar 2 deve ir além da estimativa aproximada de R$ 7 que foi apresentado. “Posso antecipar que será bem maior do que os R$ 6,24”.

Segundo o diretor-geral, a Aneel já sorteou um diretor para relatar a atualização dos valores da bandeira amarela (R$ 1,343/100KWh) e das bandeira vermelhas Patamar 1 (R$ 4,169/100KWh) e Patamar 2. A calibragem dos valores servem para dar uma sinalização mais correta aos consumidores sobre o aumento do custo da energia, devido ao acionamento mais intenso das usinas térmicas, e ainda aliviar o caixa das distribuidora que não precisam “carregar” essa despesa até os reajustes tarifários do ano seguinte.

Ao participar da audiência virtual sobre crise hídrica e risco de racionamento de energia, Pepitone informou que a diretoria da Aneel aprovou nesta terça-feira a prorrogação, por mais três meses, da suspensão do corte no fornecimento de luz aos consumidores inadimplentes enquadrados na classe de baixa renda. A medida, tomada desde o ano passado em razão da pandemia, valeria até o fim deste mês, mas foi prorrogada até setembro.

“O objetivo da agência é atenuar o sofrimento da população mais vulnerável”, afirmou Pepitone. Segundo ele, são 14 milhões de unidades consumidoras que podem ser beneficiadas pela medida, que não significa o perdão da dívida com a distribuidora.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ubá - MG
Atualizado às 17h58 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 14° Máx. 29°

26° Sensação
12.6 km/h Vento
40% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Quinta (29/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias