Domingo, 26 de Setembro de 2021
22°

Poucas nuvens

Ubá - MG

Saúde Pandemia

Ubá confirma primeiro caso de paciente infectado com a variante delta da Covid-19

Paciente está isolado e em monitoramento

27/08/2021 às 11h03 Atualizada em 03/09/2021 às 11h32
Por: Redação Fonte: Assessoria de Comunicação da PMU
Compartilhe:
Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)
Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)

A Prefeitura de Ubá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, confirmou a informação de que foi detectado em Ubá o primeiro caso de paciente infectado com a variante Delta da COVID-19. Ele passa bem, e está isolado e sendo monitorado, juntamente com familiares.

A pessoa contaminada com a variante Delta apresenta sintomas que parecem gripe forte. Dor de cabeça, coriza, dor de garganta e febre são sintomas mais comuns; tosse, perda de olfato e paladar deixam de ser corriqueiros, segundo um estudo do Reino Unido. Ainda assim, os sintomas clássicos ainda precisam ser considerados.

 O teste para detectar a variante é o mesmo?

De acordo com pesquisadores brasileiros, os meios diagnósticos são os mesmos. Tanto o RT-PCR, quanto a pesquisa de antígeno.  

 A Delta é mais transmissível? 

Sim, a variante Delta é mais transmissível. Segundo Raquel Stucchi, infectologista professora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), no SARS-CoV-2 original, a transmissão era de duas para três pessoas (a cada paciente) enquanto no caso da variante Delta, ela transmite para cinco a oito pessoas. Inclusive em ambientes abertos, o que não acontecia com outras variantes, alertou a infectologista em entrevista à Istoé.

 As vacinas estão barrando a Delta? 

De acordo com os últimos divulgados em diversas partes do mundo, a variante Delta tem uma tolerância maior à vacinação. Dessa forma, a primeira dose de qualquer vacina confere quase nenhuma proteção contra a Delta. Já a vacinação completa diminui o risco de adoecimento pela variante. 

 Também é válido lembrar que o uso de máscara, distanciamento social e higienização são eficazes para bloquear o vírus que causa a Covid-19, e todas as suas variantes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias