Polícia Militar apreende mais de 40 pés de Maconha em Sítio em Dona Euzébia: proprietário do imóvel responsabiliza o filho

22/08/2017

A equipe durante operação antidrogas passando por vários locais apreendeu na manhã da última sexta-feira (18) mais de 40 pés de Maconha no município de Dona Euzébia (MG). O suspeito trata-se de Marco Aurélio Faria Costa, de 35 anos.

 

Durante realização de blitz de transito rodoviário, desencadeada na rodovia MGC-120, KM 744, no município de Dona Euzébia, militares deram ordem de parada ao veiculo Fiat Punto Sporting com emplacamento de Santos Dumont, que seguia pela estrada em questão quando foi abordado na parada policial. Ao invés de parar o automóvel como ordenado, o suspeito fugiu em alta velocidade.

 

Foi iniciada então perseguição ao carro, além de acionado cerco bloqueio nas cidades circunvizinhas (Dona Euzébia, Astolfo Dutra, Rodeiro, Pirauba, Guidoval, Guarani, Rio Pomba e Tocantins), ou seja, todas as possíveis rotas de fuga do autor.


Já na altura do KM 93, na cidade de Piraúba, foi montado um ponto de interceptação em que os militares conseguiram abordar o veículo e seu condutor. 

 

Marco Aurélio foi submetido a busca pessoal e, com ele foi apreendido aparelho celular e a quantia de R$2.200.

 

Em consulta placa do automóvel e aos demais itens de identificação, foi apurado que a placa do veículo foi adulterada e que o carro era furto ocorrido no dia 22/05/2017, em de Campos dos Goytacazes (RJ).

 

Durante a fuga, o automóvel em questão foi visto parado no KM 75 da Rodovia MG 285, na cidade de Astolfo Dutra (MG), onde, nas proximidades, reside um suspeito que é conhecido no meio policial por comercializar drogas na região.

 

Assim, foram iniciadas buscas no Sítio Várzea Alegre (imóvel de propriedade de Jose Maria Garoni filho, de 59 anos), e, no local, foram identificados 40 pés de Maconha, duas buchas de maconha, um pote com sementes de maconha, quatro sacolas contendo maconha e, ainda, 27 aparelhos celulares.

 

Quando questionado, José Maria relatou que a "plantação" em questão, bem como os demais materiais não eram de sua propriedade, e que, quem vive no imóvel é seu filho, Jean Guedes Garoni, de 33 anos.    

  

Diante do fato, os suspeitos foram presos juntamente a todo material arrecadado, além disso, foram encaminhados ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ). Já o veículo reconhecido coo fruto de roubo, foi recolhido e encaminhado ao pátio do autossocorro de plantão. Jean Guedes, suposto dono e administrador da plantação e ilícitos, suspeito de tráfico, no entanto, não foi localizado até o momento. Segue rastreamento no intuito de encontrá-lo.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now