10 mil pessoas atingidas e 170 famílias desalojadas: confira balanço pós desastre

12/03/2018

 

 

Na noite deste sábado (10), o município de Ubá ficou alagado após fortes chuvas – que provocaram muitos estragos, causando alagamentos em importantes vias, como as avenidas: Beira-Rio e Cristiano Roças; além da rodoviária que ficou inundada.

 

Diversos pontos da cidade foram alagados, as ruas e avenidas amanheceram cobertas de lama e lixo, após o nível do Rio Ubá ter baixado, mostrando a dimensão dos estragos.

 

Foi feito um levantamento que consta que 10 mil pessoas foram diretamente atingidas pelas chuvas - sendo uma família desabrigada e encaminhada para a Casa Cidadã. Outras 170 famílias ficaram desalojadas, perdendo cerca de 80% de bens pessoais. 

 

Na área urbana, duas pontes foram interditadas no bairro Dico Teixeira, próximo ao Bahamas Mix, e, na Rua Nossa Senhora Aparecida, bairro Industrial.

 

Na Zona Rural, duas pontes de madeira foram arrastadas pela enxurrada: Bairro Aeroporto (Ponte do Edinho Farinheiro), da antiga estrada de Guidoval; ponte de Acesso a Zoeira, próximo ao bairro Santa Rosa. Várias pontes e ruas sofreram danos e foram sinalizadas.

 

Os distritos de Diamante, Miragaia, e Ubari também sofreram danos.

E, devido aos transtornos no acesso a localidades e necessidades de limpeza em alguns prédios, nesta segunda (12) foram suspensas as aulas na Rede Municipal de Ensino.

As creches funcionaram normalmente, e, na terça-feira (13), retornam as aulas.

 

Os jogos Escolares Ubaenses (JEUS) foram adiados, mas nova data ainda será informada.

 

Diversas medidas estão sendo tomadas desde o momento do acontecimento. Equipes da Prefeitura atuam desde as primeiras horas de domingo, em várias frentes de trabalho, nas áreas da Limpeza Urbana, Trânsito, Obras, Saúde, Habitação, Assistência social, dentre outras.

 

As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social estão visitando os locais atingidos, averiguando as necessidades de cada família afetada.

Doações recebidas estão passando por triagem e montagem dos kits, de acordo com cada família.

 

O Corpo de Bombeiros esta fazendo o registro das perdas e danos dos interessados, mediante comprovação de área atingida pelas chuvas; no intuito de tornar mais transparente as ações de resposta e recuperação realizadas pelo município.

 

Servidores da Prefeitura também se mantiveram presentes no Batalhão, dando apoio a filtragem das demandas e encaminhando aos setores adequados.

 

Estão sendo feitos trabalhos de limpeza e remoção de barro e entulhos. Para mais detalhes, clique aqui.

 

 

 

 

A Prefeitura decretou situação de emergência após o temporal - informando, por meio de nota enviada pela Defesa Civil, que esta pode ser a maior enchente dos últimos 30 anos na cidade. 

 

Os moradores contabilizam os prejuízos e a Prefeitura segue fazendo levantamentos para contabilizar todo o estrago causado pela chuva.

 

 

FONTE: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Ubá

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS