Rompimento de duto de minério deixa cidade de Minas Gerais sem água

14/03/2018

Cidade é abastecida com caminhões-pipa

 

 

No dia 12 de março, após o rompimento de um mineroduto da Anglo American, foi provocada  a interrupção do abastecimento de água no município de Santo Antônio do Grama (MG).

 

O duto transporta polpa de minério da usina de beneficiamento em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, na região Central do Estado, até o porto em São João da Barra (RJ). Um percurso que corta 33 cidades de ambos estados, equivalente a cerca de 530 quilômetros.

 

A mineradora responsável pelo duto, Anglo American, diz que houve vazamento de parte da produção de ferro em um córrego da região que abastece o município.

 

Os resíduos causaram turbidez do leito do rio que abastece a cidade, onde habitam pouco mais de 4 mil pessoas.

 

A Copasa, estatal mineira responsável pela captação da água no município, interrompeu o serviço. O abastecimento foi feito por meio de caminhões-pipa providenciados pela mineradora.

 

Segundo a Companhia, os caminhões serão abastecidos na Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio Casa e estão disponíveis para a população desde o início da noite do dia do acontecido, 12 de março.

 

De acordo com a estatal, esse tipo de abastecimento é emergencial e, por isso, é preciso que a população tenha consciência quanto ao consumo da água.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS