Caso Marielle: Delegado descarta participação de dono de veículo apreendido em Ubá

19/03/2018

 

Na noite de domingo (18), a Polícia Civil de Minas Gerais ouviu o proprietário do veículo suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (Psol) e do seu motorista, sucedido no útlimo dia 14, no Rio de Janeiro.

 

Após denúncia anônima, os policias chegaram ao carro com as mesmas características de um dos veículos usados pelos executores da Política. O veículo Renault, modelo Logan, foi apreendido em Ubá.

 

Segundo o Delegado Gutemberg Souza Filho, à frente das investigações, o carro tem placa do Rio, mas até então, não há sinais de que foi utilizado nos homicídios. Ele foi periciado por policiais civis do Rio e vai permanecer apreendido, por ainda estar em fase de investigação.

 

A Polícia Civil mineira, informou que o dono do carro possui passagens por prisões em flagrante por tráfico de drogas, porém, não era foragido da justiça.

O suspeito, que teve participação descartada, é da cidade de Ubá e responde pelos crimes em liberdade. De acordo com a investigação, o dono do carro se contradisse ao afirmar que havia comprado o veículo em uma loja em Ipanema, zona sul do Rio; e que a compra foi na Barra da Tijuca.

 

A Polícia ainda não divulgou o depoimento completo do dono do carro.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS