Trem turístico que roda entre Minas e Rio chega a Cataguases

21/05/2018

 

 

No dia 19 de maio, o Trem de Turismo Rio-Minas, foi recepcionado por uma multidão na estação ferroviária de Cataguases. Por volta das 20:30, a composição com duas locomotivas e quatro vagões chegou à estação.
 

Trazendo a nostalgia de um passeio de trem, o projeto da Organização Não Governamental (ONG) Amigos do Trem, tem como finalidade alavancar o turismo na cidade. Saindo de Cataguases, o trem vai passar por Leopoldina, Recreio, Volta Grande, Chiador, Além Paraíba, Sapucaia e finalizará a viagem em Três Rios, no estado fluminense. Para a população que aguardou a chegada do trem, em breve poderá entrar e conhecer os vagões que irão transportar os passageiros.

 

O projeto Trem turístico Rio-Minas é coordenado pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Amigos do Trem e tem o apoio das prefeituras e iniciativa privada da região, além da concessionária da ferrovia Centro Atlântica e órgãos do governo federal ligados ao transporte ferroviário.

 

Atualmente, o Brasil possui mais de 30 trens turísticos em operação e o Ministério do Turismo apoia iniciativas que valorizam o transporte turístico através do resgate das ferrovias e da história do transporte ferroviário brasileiro.

 

O Presidente da ONG Amigos do Trem, Paulo Henrique do Nascimento, disse que é um sonho realizado não apenas para a ONG mas também para Cataguases e para os oito municípios que fazem parte do circuito ferroviário. Segundo ele, a expectativa para iniciar as viagens é a partir do segundo semestre deste ano mas que tudo ainda depende testes. "Nós estamos trabalhando muito pra isso, tanto a gente quanto o Tita, o prefeito, as demais prefeituras e todo secretariado que tem apoiado as ações realizadas. Nós estamos trabalhando muito para que isso aconteça dentro deste ano", afirmou.

 

Nascimento também contou que serão dois trens, um saindo de Cataguases e o outro de Três Rios, ambos com capacidade máxima de 870 passageiros com 15 vagões, 58 passageiros em cada vagão. Sobre o custo da passagem, o presidente disse que ainda está sendo estudado. "A tarifa ainda está sendo estudada mas será o trem de turismo mais barato porque será o de maior percurso do Brasil e o primeiro interestadual. Os outros você anda dez quilômetros, treze quilômetros e o nosso vai percorrer 170 quilômetros". Conforme o presidente, toda a legislação para transporte de passageiros está sendo analisada e cumprida à risca, de acordo com ele, faltam poucos detalhes para o funcionamento como a adequação das estações ferroviárias e a realização de mais alguns testes.

 

O trem ficará parado na cidade até a próxima quarta-feira (22), aberto à visitação.

 

FONTE: Mídia Mineira

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now