Luta de Braço: atleta ubaense convocado à Seleção Brasileira luta para disputar Panamericano

18/01/2019

 

Luís Antônio Rodrigues Emiliano, de 18 anos, é um dos maiores prodígios do país no que diz respeito ao esporte luta de braço, muito conhecido e difundido no país após o filme “Falcão: O Campeão dos Campeões” estrelado por Silvester Stallone no final da década de 1980. Mesmo com pouca idade e tempo de atuação, Luís conseguiu se destacar a ponto de ser convocado para a seleção nacional.

 

A história do atleta com o esporte teve início em novembro de 2016, quando a Fagoc trouxe pela primeira vez na cidade uma apresentação da luta e logo na primeira edição ele foi campeão da categoria Júnior. Ele deu detalhes do que aconteceu posteriormente. “[...] dias depois eu entrei em contato com o Presidente da Associação Mineira de Luta de Braço, Evandro Lima, conversei com ele e ele disse assim para mim ‘Luis o campeonato mineiro vai ocorrer na data 08/04/17 na cidade de Ouro Fino, se você quiser se prepara para participar sua vaga é garantida’. Logo ao receber essa mensagem eu comecei a treinar, ele sempre me auxiliando em alguns exercícios, com isso o tempo foi passando e eu me dedicando cada dia mais. Até que então chegou a data da competição. Sempre fui bem ansioso, agora você imagina minha situação nesse campeonato. Não conhecia quase ninguém, resumo da competição, fiquei em antepenúltimo”.

 

 

O jovem ficou abalado com o resultado, mas não pensou em desistir em nenhum momento. Poucos dias após o mineiro, a associação divulgou a data para a próxima competição estadual que seria no mês setembro em Belo Horizonte. O preparo para essa já contou com o aprendizado da anterior. “Minha preparação foi melhor, comecei a entender as técnicas do esporte, passei a fazer exercícios que atletas de alto nível fazem. Foram cinco meses de preparação sendo que eu fui para BH faltando uma semana para competição e foi exatamente onde eu consegui corrigir alguns erros com atletas experientes. Até que chegou o grande dia, minha ansiedade não me atrapalhou e eu estava muito confiante. Fui vice campeão no braço esquerdo e terceiro colocado braço direito, lembrando que minha categoria é 80kg. Voltei para casa muito feliz”.

 

Em apenas dez dias surgiu a notícia de que teria uma vaga na Copa Brasil, que aconteceria em Campinas e com isso o ubaense conseguiu uma vaga para representar a seleção mineira. Com apenas dois meses de treinamento, Luis conseguiu ficar em terceiro lugar na competição nacional e o reconhecimento começou a aumentar.

 

A última competição de 2017 foi novamente na capital mineira e o jovem se consagrou campeão das categorias 80 e 90kg na Copa Belo Horizonte, finalizando o ano com mais conquistas e confiança. Mas o ubaense ainda não estava satisfeito. “Minha meta no esporte era chegar a Seleção Brasileira no ano de 2018 e eu estava bem confiante. Para o campeonato mineiro meu objetivo era conseguir me classificar para o brasileiro. Um ano depois da minha primeira competição, que foi no campeonato mineiro, eu estava bem mais preparado e meus adversários sabiam disso. Em janeiro a associação já divulga a data do estadual em 14/04/18, logo em seguida já comecei a ver vídeos de competições anteriores e fui corrigindo alguns erros. Foram 4 meses de preparação onde eu me dedicava a cada dia mais. Ao chegar no dia da competição eu estava muito ansioso por conta do meu adversário final ser de nível nacional, todos os atletas que estavam ali queriam ver aquela disputa entre o jovem que vinha de uma sequência legal de conquistas e o jovem consagrado o atleta destaque de Minas Gerais (Iago Godoy)”.

Luis conseguiu ganhar na final e se consagrou campeão mineiro Sub-21 até 80 kg. Na mesma competição ele foi vice na categoria sênior braço esquerdo e terceiro lugar com o braço direito. Além das três conquistas, ele ainda se classificou para o campeonato brasileiro, que aconteceria em Piracicaba. No mês de maio o atleta embarca para a cidade paulista, mas ao chegar em Resende descobre que a competição foi cancelada por conta da greve dos caminhoneiros.

 

Já que estava no caminho, resolveu ir à Campinas e tentar contato com uma lenda do esporte. “Entrei em contato com a Gabriela Vasconcelos (26 vezes campeão mundial) e tive o prazer de poder treinar com ela. Sendo assim, a viagem não foi em vão, consegui algumas dicas e aprimorei meu treino. Voltei para casa feliz por ter conhecido essa mulher que é considerada uma das melhores do mundo e a melhor atleta do Brasil. Fiquei na esperança da data ser remarcada e algumas semanas depois recebo que será no dia 28/07, na cidade de Piracicaba. Continuei treinando até que chegou o grande dia”. E completa, “[...] estava bastante nervoso naquela competição, mas mesmo assim, no meu primeiro campeonato brasileiro consegui ser vice campeão nos dois braços. O sonho de chegar a seleção brasileira estava mais perto. No mês de agosto aconteceria o campeonato brasileiro de seleções estaduais onde todos os estados selecionam os melhores atletas e eu tive o prazer de representar Minas Gerais”.

 

O jovem ficou em quarto lugar com o braço esquerdo e conseguiu chegar à final com o braço direito, quando um episódio acabou influenciando a performance. “Antes disso tinha acontecido de eu quebrar o braço do meu adversário, então fiquei com o psicológico bastante abalado e não cheguei 100%. Na final perdi para um atleta do Mato Grosso do Sul, mais uma vez voltando para casa entre os três melhores e com a esperança de um dia ser convocado para a Seleção Brasileira”.

 

Na última e maior competição de 2018, em dezembro, Luis teve seu recorde de lutas e os resultados foram expressivos sendo vice-campeão na Sub-21 até 80kg nos dois braços e terceiro colocado na Sub-21 + 80kg, também com os dois braços. No começo de 2019 a melhor notícia de sua carreira aparece: a convocação para fazer parte da Seleção Brasileira no Panamericano deste ano na Costa Rica.

 

Como os custos da viagem são altos e a associação só dá a ajuda básica, Luis Emiliano organizou junto com amigos e admiradores uma vaquinha online para doações, a fim de arrecadar os R$2.500,00 necessários para a viagem. O link para a doação está AQUI. Caso não consiga levantar o valor, o jovem não terá como representar o país no campeonato continental.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS