Desenvolvimento sustentável é tema de reunião de engenheiros e agrônomos em Ubá

 

O país vem enfrentando uma longa crise, com o comprometimento do crescimento econômico, o aumento da desigualdade, e a dificuldade de se encontrarem soluções para os nossos principais problemas. O comprometimento estrutural de obras viárias por todo o país, como pontes, viadutos e edificações em geral, além de questões como a mobilidade urbana e a segurança alimentar, exige que as profissões da área tecnológica atuem para garantir não só o desenvolvimento sustentável, mas a qualidade deste desenvolvimento e da segurança da sociedade.

 

Com esse objetivo, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerias (CREA/MG), o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) e a MUTUA - Caixa de Assistência dos Profissionais dos CREAs estarão promovendo, dos dias 4 a 6 de julho, o CEP – Congresso Estadual de Profissionais dessas categorias e das geociências (Geologia, Geografia, Meteorologia entre outras). O evento irá ocorrer simultaneamente em todos os estados brasileiros, e o de Minas Gerais ocorrerá em Belo Horizonte.

 

Minas está mobilizada e se preparando para participar do CNP – Congresso Nacional de Profissionais, que acontece de 19 a 21 de setembro em Palmas, capital do Tocantins. Essa mobilização para o CEP e o CNP acontece em 63 municípios que promoverem encontros nas respectivas Inspetorias do CREA-MG até o dia 5 de maio, que culminarão em sete encontros nas Regionais, de 20 de maio a 15 de junho (30 de maio, em Juiz de Fora, acontece a Regional que engloba a cidade de Ubá), além da etapa estadual em julho e a etapa nacional em setembro.

 

Profissionais ubaenses também mobilizados

 

No último dia 23 de abril, em Ubá, a Inspetoria local do CREA-MG promoveu a reunião preparatória para os eventos subsequentes em Juiz de Fora, Belo Horizonte e Palmas. “Essa reunião foi um espaço para o diálogo. Todos os profissionais presentes puderam participar, colaborando com suas experiências e conhecimentos técnicos e produzindo propostas que contribuem para o desenvolvimento da sociedade”, disse o presidente da SEA (Sociedade dos Engenheiros e Agrônomos de Ubá), Engº William José Cazetta Vaz.

 

Várias propostas foram elaboradas pelos participantes, e nove delas foram votadas e escolhidas para serem levadas à Regional e, posteriormente, ao CEP. As discussões se darão em torno de cinco eixos temáticos: inovações tecnológicas, recursos naturais, infraestrutura, atuação profissional e atuação das empresas de

engenharia. O Inspetor-Chefe do CREA-MG, Engº Isaías Simeão, reforçou que todas as propostas serão apresentadas nas próximas etapas: “Na medida em que essas propostas passarem na etapa regional, os delegados vão acompanhar os trabalhos na etapa estadual (CEP) e, se tudo correr bem, chegaremos à etapa nacional (CNP)”.

 

Seis delegados foram eleitos entre os participantes: dois que representam a Inspetoria do CREA-MG em Ubá, um que representa as instituições de ensino superior locais, um indicado pela SEA e dois delegados que representarão as categorias profissionais de Engenharia e Agronomia. Para a Engª Sonia Maria Jacob Rodrigues, é um evento impar para a sua categoria profissional. “Uma grande oportunidade para uma correção de rumos, por meio de propostas e ações que permitam uma atuação voltada à defesa da sociedade ubaense e que contribua para solucionar as grandes questões nacionais, mostrando a visão da Engenharia e da Agronomia sobre os meios para atingi-las”.

 

A inspetora do CREA-MG ressaltou a boa participação dos profissionais e a presença da 30ª Subseção da OAB/Ubá através de sua representante, a advogada Sandra Maria Jacob de Castro. O prefeito, Engº Agrônomo Edson Teixeira Filho, justificou sua ausência em correspondência enviada à SEA. “Faltaram representantes da Câmara Municipal e da Faculdade de Engenharia da FUPAC. No próximo evento esperamos contar com a participação destas entidades e de ainda mais profissionais de Engenharia, Agronomia e Geociências”, finalizou.

 

O tema para o CEP e o CNP este ano é “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”.

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS