Ubá registra maior crescimento populacional da Zona da Mata e Vertentes

29/08/2019

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou crescimento populacional nas maiores cidades da Zona da Mata e Vertentes. A estimativa com o total de habitantes dos municípios se refere a 1° de julho de 2019 e foi divulgada nesta quarta-feira (28) pelo Governo Federal.

 

De acordo com os dados, o município de Ubá é o que apresenta maior percentual de crescimento populacional nas regiões, com 1,1%. Para o IBGE, a população da cidade passou de 114.265 para 115.552. No segundo aparece Visconde do Rio Branco, com 1%, passando de 42.149 para 42.564 pessoas.

 

Na contramão está a cidade cidade de Santos Dumont, que aparece como a única do ranking das maiores cidades da Zona da Mata e Vertentes diminuição no número de habitantes. A população passou de 47.561 para 46.487, o que representa uma diminuição de 0,01%.

 

Juiz de Fora continua como a maior cidade da Zona da Mata e a quarta de Minas Gerais, ficando atrás de Belo Horizonte, Uberlândia e Contagem, respectivamente. Os números divulgados apontam para um crescimento de 0,8%, o terceiro maior da região. A estimativa de população subiu de 564.310 para 568.873.

Barbacena, por sua vez, apresentou uma taxa de crescimento populacional equivalente a 0,7%. Os dados do IBGE apontam que a população da cidade passou de 136.392 para 137.313, ocupando a 19° posição entre as cidades do estado e segue como a maior do Campo das Vertentes.

 

Confira a taxa de crescimento populacional das 10 maiores cidade da região da Zona da Mata e Vertentes:

 

 

Crescimento nos últimos três anos nas maiores cidades da Zona da Mata e Vertentes

 

 

 

Brasil

 

Segundo o IBGE, a população brasileira foi estimada em 210,1 milhões de habitantes em 5.570 municípios. O número representa um aumento de 0,79% na comparação com a população estimada do ano passado. Em 2018, o IBGE estimou um total de 208,5 milhões pessoas.

 

Ainda conforme os dados, São Paulo é o estado mais populoso, com 45,91 milhões de pessoas, seguido por Minas Gerais (21,16 milhões), Rio de Janeiro (17,26 milhões) e Bahia (14,87 milhões).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS