Polícia Civil realiza megaoperação para combater desmanches e comércio clandestino de peças de veículos

20/09/2019

 

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (19), a 'Megaoperação Mosaico' com objetivo de combater desmanches e comércio clandestino de peças usadas de veículos. Segundo a corporação, 43 estabelecimentos foram vistoriados em mais de 140 cidades, incluindo municípios que pertencem as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa.

 

Cerca de 900 policiais civis coibiram a atuação de empresas através da chamada 'Lei do Desmonte', regulamentada em Minas Gerais em 2017, com o objetivo de inibir o furto, roubo e receptação de veículos, através de comprovação das origem das peças que chegam até o consumidor fina.

 

Os estabelecimentos fiscalizados durante a Operação Mosaico terão um prazo de 30 dias para a regularização. Se além da falta de credenciamento, os policiais civis encontrarem peças de veículos sem procedência, configurando prática criminosa, os proprietários dos desmanches clandestinos poderão responder criminalmente.

 

Zona da Mata


De acordo com a assessoria, 24 estabelecimentos foram fiscalizados no âmbito do 4° Departamento. Sendo que sete em Juiz de Fora; dois em Visconde do Rio Branco; dois em Pirapetinga; dois em Muriaé e três em Viçosa. A ação também foi realizada em Tocantins, Rio Pomba, Leopoldina, Além Paraíba, Cataguases, Coimbra, Paula Cândido e Teixeiras.

 

 

Na tarde desta quinta, em entrevista coletiva na Delegacia da Polícia Civil em Juiz de Fora, o delegado responsável pela ação, Samuel Neri informou que os lugares vistoriados foram nos Bairros Ladeira, Santa Cruz, Benfica e Centro.

 

Com informações de G1 Zona da Mata

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS