Nacional joga melhor, vence e é pentacampeão do Regional da Liga Atlética Ubaense

25/11/2019

 

O tradicional Estádio Francisco Parma recebeu a derradeira final do Campeonato Regional de 2019 no domingo, 24 de novembro. Após empate na ida, quem saísse vencedor ficaria com a taça e o tradicional Nacional de Visconde do Rio Branco, comprovou a fama de visitante mais indigesto da competição vencendo o Industrial e sagrando-se campeão.

 

No primeiro tempo o Industrial, embalado pela torcida, começou um pouco melhor, chegou a abrir o placar em belo cruzamento de Rossales que Edu Júnior (artilheiro do último regional e contratado somente para a final) fez de cabeça, mas o auxiliar deu o impedimento para a revolta da torcida da casa. Imagens da transmissão feita pela internet levam a crer que o gol foi legal e a marcação do impedimento, equivocada. O NAC rapidamente igualou as ações e se portou muito melhor, assustando em chutes de fora da área e com belíssima atuação do volante Leomir e dos meias Iago e Daniel, mas quem abriu o placar foi o ponta Giovanni em belíssima jogada pela direita, com um chute excepcional de perna esquerda no ângulo do goleiro Douglas. Golaço sem chance de defesa.No Industrial somente jogavam o camisa 8 João Willian e o 10 Alexsandro. Fim do primeiro tempo 1 a 0 Nacional, terminando mais organizado e bem postado em campo.

 

Na segunda etapa o Nacional controlou as ações e se mostrou muito mais preparado psicológica e taticamente. Destaque absoluto para o volante camisa 15 Leomir, o camisa 8 Iago e o lateral direito Belarmino, camisa 2. Do meio para o final dos últimos 45 minutos, muito empurra empurra, bate boca de jogadores entre si e da comissão técnica do Industrial com o juiz da partida. Com muitas alterações para colocar o time da casa para o ataque, o Nacional ainda se manteve mais preparado e organizado, mesmo com várias saídas, como o autor do gol Giovanni e o craque do time Alfinete, que talvez tenha feito sua pior partida na competição, estando muito apagado. No último lance do jogo, roubada de bola do ótimo Leomir, virada de bola para Pedro Paulo que acha Claudecir na área, o centro avante chuta fraco, Douglas rebate e o prata da casa Ikinho (campeão em 2016 pelo time) empurra pra dentro para delírio dos Rio Branquenses.


Após o gol, o juiz teve que finalizar a partida, pois torcedores do Industrial, pularam o alambrando e partiram para cima do trio de arbitragem com socos e pontapés. A polícia teve que intervir para controlar as ações, com notícias que o juiz chegou a perder dentes ao ser agredido por um dos invasores.

 

Destaque para o bom o público, aproximadamente três mil pessoas e também para o excelente futebol praticado pelo Nacional. O time chega ao pentacampeonato com muito mérito, tendo conseguido diversas reviravoltas e vitórias improváveis fora de seus domínios.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS