Levantamento aponta "alto risco" para doenças transmitidas pelos Aedes Aegypti em Ubá

11/02/2020

 

 

O primeiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) registrado em Ubá em 2020 foi de 8,2% . O resultado apontou "alto risco" para doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

 

Por conta disso, a Prefeitura de Ubá realiza uma série de ações para o combate do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doença como dengue, zika, e chikungunya.

 

Para intensificar as ações de combate ao mosquito, foram retomados os mutirões de limpeza, além da contratação de novos agentes e telagem de caixas d'água. A aquisição de insumos para o tratamento dos locais considerados focos do mosquito foi intensificada.

 

O próximo passo, segundo a administração municipal será implantar Comissões Permanentes de Combate à Dengue (CPCDs) em empresas e escolas da cidade, além da promoção de trabalhos de limpeza em lotes e residências e campanhas de mobilização social.

 

 

 

Fonte: G1

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaque
Please reload

Últimas
Please reload

Facebook

JORNAL O NOTICIÁRIO © 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS