Sexta, 28 de Janeiro de 2022
25°

Poucas nuvens

Ubá - MG

Saúde H3N2

Viçosa confirma primeiro caso da influenza

Mesmo com letalidade menor que a Covid-19, este tipo de síndrome gripal tem mais chances de evoluir para casos graves em determinados grupos de risco

23/12/2021 às 11h45 Atualizada em 04/01/2022 às 11h41
Por: Redação Fonte: G1 Zona da Mata
Compartilhe:
Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)
Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)

A Prefeitura de Viçosa confirmou, na quarta-feira (22), o primeiro caso do vírus da influenza H3N2 na cidade. O paciente de 34 anos está em condições de saúde estáveis, segundo a Secretaria de Saúde. Ele está em casa e passa bem.

De acordo com a Prefeitura, amostras de materiais colhidos em pacientes com sintomas gripais negativos para Covid-19 foram encaminhadas a Fundação Ezequiel Dias (Funed) para investigação de possível circulação do vírus H3N2 no município. A Vigilância Epidemiológica recebeu o resultado com a confirmação de caso positivo para o H3N2.

Pelo fato de o influenza ser um vírus respiratório, assim como o que causa a Covid-19, a prevenção contra ele ocorre da mesma forma, ou seja, com distanciamento físico entre as pessoas, uso de máscara e higiene das mãos.

Mesmo com letalidade menor que a Covid-19, o H3N2 tem mais chances de evoluir para casos graves em grupos de risco (crianças, idosos, gestantes e indivíduos com comorbidades).

De acordo com a Administração Municipal, a propagação do vírus pode ter relação com a baixa cobertura vacinal contra a gripe e com a flexibilização das medidas de restrição e prevenção adotadas contra a Covid-19.

O que é o vírus H3N2?

O vírus H3N2 é um dos subtipos do vírus Influenza A, responsável pela gripe comum. Ela é chamada de variante Darwin do vírus A H3N2. Atualmente, ela já causa surtos epidêmicos em ao menos seis estados brasileiros: São Paulo, Rio, Bahia, Espírito Santo, Amazonas e Rondônia.

Quais os sintomas da doença?

O diagnóstico de síndrome gripal (SG) ocorre quando a pessoa possui quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos e/ou gustativos. Em crianças, além destes, considera-se, ainda, obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico. Em idosos, devem ser considerados também confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e ausência de apetite.

Quais tipos de Influenza existem?

Existem quatro tipos de vírus influenza que causam gripe. São eles os tipos A, B, C e D. No Brasil e no Ceará, os vírus influenza A e B são os causadores de epidemias sazonais. As informações são do Ministério da Saúde. Conforme a pasta, a Influenza A infecta seres humanos e várias espécies de animais, como suínos, cavalos, mamíferos marinhos e aves. Dentre os subtipos, estão A H1N1 e A H3N2.

O tipo B infecta exclusivamente os seres humanos. Os vírus circulantes B podem ser divididos em 2 principais grupos (as linhagens), denominados linhagens B/ Yamagata e B/ Victoria. Os vírus da gripe B não são classificados em subtipos. O tipo C - infectam humanos e suínos. É detectado com muito menos frequência e geralmente causa infecções leves, apresentando implicações menos significativas à saúde pública, não estando relacionado com epidemias.

Conforme o Ministério da Saúde, o influenza D foi identificado nos Estados Unidos, em 2011, em suínos e bovinos, “não sendo conhecido por infectar ou causar a doença em humanos”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias